Após absolvição, Álvaro González afirma nunca ter sido racista

Após ser absolvido das acusações de racismo de Neymar pela Liga Francesa, o jogador Álvaro González foi as redes sociais agradecer o auxílio dos dirigentes e torcedores da equipe que joga.

Segundo o zagueiro do Olympique de Marselha, esses acontecimentos são, em parte, recompensados com uma sentença mais que merecida, pois o mesmo alega que nunca teve nenhuma atitude racista.

Neymar Jr. também foi absolvido das acusações de homofobia contra González, porém diferente do defensor espanhol, não se pronunciou. Em suas redes sociais, apenas houve uma menção sobre o clima local e um possível treino.

Após absolvição, Álvaro González afirma nunca ter sido racista
Fonte: (Reprodução/Internet)

Neymar já havia cumprido suspensão

Mesmo com o desfecho, o jogador Neymar já havia cumprido dois jogos de suspensão graças à agressão realizada contra Álvaro no último confronto. Durante o final da partida, o brasileiro agrediu o camisa 3 da equipe rival com dois tapas, atitude extremamente repudiada pela federação futebolística.

O clássico entre Olympique e PSG foi marcado por confusão generalizada que resultou em três cartões vermelhos para o Paris e dois para o de Marselha, todos os jogadores expulsos foram posteriormente punidos. O jogo valeu pela terceira rodada da Ligue 1, no último dia 13 de setembro.

Clássico ainda sofreu sessões da comissão disciplinar 

A partida ainda foi alvo de mais três sessões da comissão disciplinar, com a pena mais pesada recaindo sobre o lateral-esquerdo Kurzawa, do time da capital, que recebeu seis jogos de suspensão, enquanto Di María, quatro que ainda serão contabilizadas.

Acusações de homofobia por Neymar

Após o caso de racismo por parte de González, também começaram a surgir acusações contra Neymar. O camisa 10 teria realizado ofensas homofóbicas contra o espanhol, além de insultos xenofóbicos ao lateral-direito japonês Sakai. Posteriormente, as imagens foram reveladas por emissoras locais.

De acordo com a imprensa francesa, o Olympique de Marselha usufruiu de tais anexos a fim de realizar uma possível punição a Neymar. Em contrapartida, a liga também entendeu que não teve prova material suficiente para acatar este pedido contra o brasileiro. No pior cenário, ambos poderiam pegar até 10 jogos de suspensão.

O PSG entra em campo contra o Angers nesta sexta-feira (2) pela sexta rodada do Campeonato Francês, o jogo ocorrerá no Parque dos Príncipes. Enquanto isso, o Olympique de Marselha irá visitar o Lyon, no próximo domingo (4).